Tudo sobre o Jumento Pegâ

O pêga é uma raça de jumentos que tem origem no território brasileiro. Apesar de não tem uma comprovação de como surgiram, acredita-se que a raça é uma mistura entre animais europeus e africanas. Por outro lado, também pode ser que os pêgas tenham sido originários dos primos egípcios.

Além de ser um animal excelente para tração e para ser usado na montaria, eles também são muito eficazes na produção de muares.

Origem

O jumento Pegâ ou jumento mineiro, como é chamado por alguns, é uma raça de jumentos que teve origem entre os séculos XXIII e XIX, em uma região montanhosa do estado do Minas Gerais. As condições precárias, as colinas e outros fatores que dificultavam a vida, foi também uma das ferramentas para criar raças únicas de animais, incluindo o pegâ.

Entre os séculos XXIII e XIX, a mineração reinava no estado mineiro e a criação de muares era bastante requisitada para o auxílio nas minas. De acordo com estudos, os animais tinham fortes traços ibéricos, com tronco étnico muito similar ao Equus Asinus Africanus.

Dentre as de jumentos conhecidas, a que mais se aproxima do jumento pêga é a egípcia. A pelagem branca não aparece nenhum nos animais provenientes da África ou Europa, mas é um traço marcantes da raça egípcia.

Com esse traço de pelagem branca sobre a fronte ou membros, é um dos fatores chaves para dizer que a Raça Pêga tem filiação egípcia.

Por não ter um tronco similar a outras raças, como a africana, por exemplo, podemos afirmar que a Pêga teve origem mesclada entre dois tipos étnicos: Africanus – Europeus.

Concluindo, o jumento pêga é uma raça mesclada e melhorada do animal.

Padrão da raça pêga

Conheça agora como identificar um jumento da raça pêga saudável.

Estatura: O animal adulto tem aproximadamente 135cm. O macho tem estatura média de 1,30 m, enquanto a fêmea 1,25 m.

Perímetro torácico: Dados afirmam que fica em torno de 148cm para o macho e 144 para a fêmea.

Peso: Um macho adulto peso em média 300Kg, enquanto a fêmea pesa 240Kg.

Pelagem: A pelagem mais frequente e a mais desejada é a “pelo de rato”. No entanto, a pelagem rosada também é bastante comum. A pelagem tordilha é considerada rara, enquanto a ruça ou branca desvaloriza o animal.

O pelo do animal é de espessura fina, curto, macio, por vezes ondulado.

Cabeça: Esse membro no animal é de forma fina, seca, despontada para o focinho e sem proeminências.

Pescoço: A raça pêga tem um pescoço comprido e bem definido, a ligação entre a cabeça e o tronco é bem dirigida.

O que pode fazer um pêga?

Um jumento pêga é munido de diversas aptidões físicas, mas se destacam para a sela e para os trabalhos de tração. Além disso, o animal é bastante utilizado para a produção de muares.

Um comentário em “Tudo sobre o Jumento Pegâ

  1. Pingback: ABCJ PEGA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *